quarta-feira, 12 de março de 2008

no pictures!

E este começo de ano, quem esperava? – Rodrigo “raTo” Seixas
Texto publicado na edição de Janeiro/2008 do jornal Chega São Paulo!

Dia 31 de dezembro, aquela ansiedade para a chegada de mais um ano, tentar colocar em prática o que deixou de ser colocado no ano em que ficou pra trás e fazer novos planos para o ano que está por chegar.
Como a maioria dos paulistas “sem praia”, costumo passar a virada do ano costumeiramente na mesma praia desde que me conheço por gente. E lógico que desta vez não foi diferente. Aliás, diferente foi um pouco.
Acordei no dia 1º de janeiro, liguei a televisão e já estavam no ar as vinhetas da Rede Globo para o carnaval. Sempre achei lastimável o carnaval. Há quem não concorde comigo, mas a única coisa de bom que se aproveita é o feriado em si, pois pagar o preço que se paga para desfilar com uma fantasia legal ou assistir ao desfile com “conforto”, acho um dinheiro mal gasto. Seria hipocrisia da minha parte dizer que não pagaria tão caro por ter gente passando fome logo ali ao lado, seria também demagogia demais dizer que o valor é muito alto em relação aos mendigos sob pontes e viadutos. O fato é que assemelho o fato a Formula 1, há quem pague e eu não pago, pronto!
Dia 2, assistindo ao noticiário, vejo os nossos representantes informando o novo pacote para cobrir a CPMF. Descarados, não tiveram vergonha ao dizer que teriam que compensar o rombo que ficaria com a ausência de uma “Contribuição Provisória”. Antes éramos reféns de nossas transações bancárias, sentíamos uma mordida e não podíamos sequer reagir. Não acho justo uma contribuição que visa “ajudar” na saúde pública, visto que isto é obrigação do Governo. Com o tamanho do nosso País e com a quantidade que é arrecadada de impostos, daria muito bem para termos uma saúde pública de qualidade, e isto geraria até uma concorrência leal entre os planos de saúde (isto já é um outro assunto).
O fato é que a mentalidade e a cultura de quem nos representa é única: roubar. Se vivêssemos em um país definitivamente pobre, acharia justo qualquer tipo de contribuição que visasse a melhoria da saúde pública, porém no nosso caso, esta imposição acabou tarde.
Por outro lado, o que ganhamos? Um aumento na IOF (de 0,0041% para 0,0082% ao dia) + 0,38% sobre o montante do fato gerador. Com o perdão da palavra, quem vai se foder é o pobre, pois rico não faz empréstimo, não faz carnê para pagamento, não financia carro e o pior de todos, não utiliza limite de conta corrente para manter o nome “limpo”, pois a única coisa que o pobre tem e se orgulha, é o nome limpo.
Mas o que diriam nossos “Senhores” da nossa falta de segurança? Pois o aumento da IOF não deixou de isentar ou manter a alíquota para os seguros de automóveis. Já temos que arcar com um custo altíssimo do seguro de veículos pelo simples fato de não termos segurança pública, e ainda teremos aumento?
O que diria agora o nosso Senhor Maioral sobre o tal do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento? Talvez, indiretamente, uma coisa não tenha nada a ver com a outra, mas isto não é regredir?

10 comentários:

Anônimo disse...

Adorei o texto meu novo amigo paulista!!! Pensamos igual em relação a vários temas q vc colocou, principalmente do carnaval!!! Vou passar sempre por aqui! Um bjão da Fezoca

. Cáh . disse...

RatO...destesto carnaval..primeiro pra começar aquele bando de gente parece que nunca saiu na vida, um bando de idiotas correndo pra la e pra ca atras de trio elétrico..tocando aquelas musicas horriveis ( funk, axé, e derivados..)...atacando aquelas porras daquelas espuminhas na sua cara,boca,etc...e vc ainda é obrigado a gostar AFINAL é CArnaval..!!! Que se foda a porra do carnaval...!!!
Agora quanto a porra da polita eu prefiro nem comentar..bando de fdp..!!
Aff hoje to pior que a Dercy Gonsalves...!!!!!
PUTA QUE O PARIU!
auhauhauhauhauahuahuahauhauhauahu!!

BeijOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO FrodinHO!

Daniel disse...

Eu amo o carnaval!!! Pra viajar com os amigos como fizemos esse ano. Foi uma das minhas melhores viagens. Valeu!!!

Com relação ao verdadeiro conteúdo do texto prefiro me abster, pois já li no Jornal Chega São Paulo e eu e o Autor já comentamos sobre ele.

abs

Mayara Hopp disse...

entra ano, sai ano e o nosso País é o mesmo....

todo mundo ta falando do carnaval entao tbm kero hahaha: só gosto do feriado em si, pra viajar tbm, pq de resto... pff!

beijos, versão masc.

Anônimo disse...

E ae Ratão, aí vai um Planet


De dia à procura de comida
A noite um lugar pra dormir
Carrega no corpo feridas
E ainda consegue sorrir
Dizem que o nosso país não vai mal
Porque o povo ainda faz carnaval
Mas os pequenoa e mal amados
Não compartilham da mesma visão
Há tristeza no seu coração
Vivem a margem do nosso país
Assaltando e ferindo quem passa
Tentam gritar do seu jeito infeliz
Que o país os deixou na desgraça
São alvos de uma justiça que só sabe falar
Será que a solução é exterminar
Heródes não morreu
E hoje os dias estão piores
Esterilização em massa e chacina de menores
Eu queria somente lembrar
Que milhões de crianças sem lar
São frutos do mal que floriu
Num país que jamais repartiu


Pátria amada Brasil




Abraço

Caio

Anônimo disse...

Ratox,

Vamos por partes, como diria Jack:

1)Carnaval - Também não sou adepto, mas olhe pelo lado bom, o carnaval faz parte da cultura popular. Política do pão e circo, o circo acontece em fevereiro rs.
2)CPMF - Existem impostos e/ou contribuições muito mais injustos do que era a CPMF. Eu concordava com ela, ao menos no formato de arrecadação.
3)PAC - É só uma sigla dada à mais uma política popularesca do sem dedo.
4) Paulista sem praia - Caro amigo lhe digo, mude pra Santos/SP pq minha cidade é "O LUGAR" como costuma vomitar aquele vocalista imbecil do CBJr.

Grande abraço e parabéns!!

DENNIS

Diário de uma paulistana disse...

Gostei de ir por partes também.
Comentar em blog de "fresquinho" é bom ser organizado nas idéias!
hahahahahaha

1) CARNAVAL: O que me irrita é a mentalidade de que o ano só começa após o Carnaval. Mas o feriado eu ADORO, e esse foi especial inclusive!
A grana pra desfilar e assistir, bom, paga quem quer. Tem gente que paga pra ver 11 negos correndo atrás de uma bola (nada contra o futebol- eu gosto de ir em estádio).

2)CPMF: Demorou o provisório, mas tira de um lado e morde de outro, e sempre será assim! EU ERA CONTRA, claro! Já que a arrecadação não ia pra porra nenhuma de saúde pública, porque se fosse assim não estaria esse caos que está hoje os hospitais de São Paulo.

3)Paulista sem praia: NÃO MUDE PRA SANTOS NÃO. SENÃO VOU SENTIR MUITA SAUDADE! hahahahahahahaha

4)Você: Tô com saudade! Quero conversar e não te encontro no msn!
Aparece ou liga besta!

bjOkas
se cuida

Diário de uma paulistana disse...

5)Esqueci: ahahhahahaha

Owwwww se for entrar no msn entra depois de Queridos amigos tá?!
Que eu não posso perder!
ahahahahaha

bjOkas
atéee

Bruno B. disse...

Carnaval o Ópio do Povo

Diário de uma paulistana disse...

menino q vale ouro?
hahahahahah
até q enfim vc me deu atenção néh?!
ahhaahhahaa
mas depois termina o texto q quero ler, tá?
bjOkas
inté
I need you!