segunda-feira, 28 de abril de 2008

(Des) Ordem Mundial - De volta ao Front!

Pessoal, este é um novo artigo que acabei de escrever e sairá no jornal Chega São Paulo!

(Des) Ordem Mundial – Rodrigo “raTo” Seixas

Sentado na sala de aula em uma terça-feira qualquer, assistindo a mais uma aula de Geopolítica e Geoeconomia, uma das aulas que mais admiro, porém, com frases que o professor soltava não me deixavam manter o controle em relação à aula e minha cabeça sem o menor esforço saia daquele lugar. Lugar aquele em que aprendemos teorias, sairemos de lá mais cultos com nós mesmos e com uma experiência teórica também muito boa. Mas e a prática?

Quando falo de aprender na prática não estou falando sobre trabalho e experiência profissional, estou falando sobre a vida, sobre a forma de viver, de como buscamos o melhor para nós mesmos. Ou então, de como poderemos ajudar as pessoas à nossa volta para termos uma perspectiva de vida melhor. Sempre tive o sonho de que se todos nós tivermos este pensamento de ter uma “perspectiva de vida melhor” realmente teríamos, pois é a forma natural da vida, onde tudo se cria.

Dados informam que o valor estimado para a guerra no Iraque seria de US$ 250.000.000.000,00 e está atualmente em US$ 3.000.000.000.000,00! Isto mesmo, três trilhões de dólares. Se na minha humilde cabeça de terceiro-mundista a cifra de duzentos e cinqüenta bilhões já é incalculável, imaginem a de três trilhões? Não estou nem pensando que o valor está informado em dólar, pois só o tamanho do número já assusta.

Tive um pensamento totalmente ingênuo e infantil. Mas talvez para assuntos mundiais como guerras e mortos de fome, realmente eu seja ingênuo. Pois com uma cifra destas, eu acredito que boa parte dos nossos problemas seria resolvido. Até agora nada foi comprovado no Iraque e boa parte dos soldados americanos que morrem são imigrantes, que para permanecer com sua cidadania são voluntários no exército.

Mais uma frase solta e novamente os meus pensamentos saem. Desta vez é sobre a Amazônia. Ao invés de fazermos discursos baratos e incultos como “A Amazônia é nossa!”, deveríamos nos preocupar com os centros de pesquisas que existem no lugar que tanto gritamos que é nosso, pois muito do que há lá de bem natural e brasileiro, está patenteado por outros países. Coisas como guaraná e açaí apesar de serem produtos brasileiros, são patenteados por outros países que desenvolveram pesquisas. Em outras palavras, enquanto gritamos que a Amazônia é nossa, vem gente de fora aqui e desenvolve pesquisas sobre os nossos produtos, e ainda detém o direito sobre eles. Será que ela é nossa mesmo?

Não temos aqui o que é mais necessário para enriquecer uma população, o ensino. A educação no Brasil é corrompida, princípios são invertidos e o lucro toma o lugar da qualidade de ensino. Infelizmente alguns não se importam com isto, outros então sequer sabem o que é ensino e chegam a séries elevadas apenas escrevendo o nome. Mas para as estatísticas está certo, o que importa é o gráfico ficar bonito no jornal, na televisão, na internet e consequentemente no mundo.

Por que tudo isto? De que adianta lutarmos se não usamos as armas corretas? De que adianta 3% da população brasileira ser detentora de toda a renda nacional e 97% viver nas extremidades? Por que existe universidade pública se quem estuda lá tem dinheiro para pagar uma universidade particular?

O problema do mundo é o EUA, já o problema do Brasil é o brasileiro mesmo, pois até nossos próprios representantes forjaram um relatório de avaliação das fazendas brasileiras para a venda de carne bovina à União Européia, e por uma “ironia” do destino, o “jeitinho brasileiro” foi descoberto, a nossa carne boicotada e nossas exportações que já não são muitas, foram comprometidas.

Se o sistema é falido, quem pode julgar o cidadão?

6 comentários:

Riba disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Riba disse...

Cara,enquanto a ganância continuar corrompendo as pessoas, que têm uma falsa ilusão de poder e status, nada vai mudar. No Brasil o brasileiro é o maior problema, o jeitinho brasileiro é a coisa mais tosca do universo. Pra mudar o Brasil tem q mudar a atitude do brasileiro. E quanto à guerra do Iraque, o buraco é mais embaixo! Tb acham melhor defender interesses de seus geradores de riqueza a alimentar o mundo... desde q estes estejam bem longe do yatch, mansão e aviões particulares, não vão se importar com eles.

Adriana disse...

Mais um tópico em que eu faço o mesmo tipo de comentário: o ser humano é cruel por natureza.

Se o problema do Brasil é o brasileiro, do mundo é o ser humano.

Acho que é preciso uma evolução espiritual conjunta (nada a ver com religião) para que algumas coisas comecem a melhorar.

Concordo que a educação aqui é precária, mas não acho que esse seja o principal problema. Veja só a notícia de hoje, sobre o pai que manteve a filha durante 25 anos em cárcere privado na Austria. Pô...é o segundo caso de sequestro por anos que acontece no país...que é de primeiro mundo, sem analfabetos. Sei que é um exemplo isolado, mas é só para exemplificar que não é a educação que forma o caráter.

Precisamos de mais amor!!!

Mayara Hopp disse...

puta.. soh agora consegui abrir isso aki pra comentar =//
até perdeu o clima hahaha
.
.
Riba disse...
Cara,enquanto a ganância continuar corrompendo as pessoas, que têm uma falsa ilusão de poder e status, nada vai mudar.
.
.
Faço das palavras dele as minhas!
.
.
Bjão

. Cáh . disse...

Ratito esperamos melhroas a qaunto tmepo..
pra mim isso tudo é uma ilusão..!!
Nós vemos isso..nossos filhso e netos tb vão ver isso é se a situação não estiver pior.!
FOda isso...!!!

Amanhã vou te ver ufaaaa...!!!
Desabafo vai rolar solto uhsahasusahusahusahasuhsau!

Amooo vc nenéquinhO...!!

sauhasusahusahsauhsausahusa

beijOOOOOOOOOOOOO!

Daniel disse...

Tenho 29 anos e confesso que estou desistindo meu amigo. Sempre tive vontade de mudar o mundo mas não consigo nem mudar a mim mesmo. Não consigo afastar pessoas que me fazem mal. Como vou poder consertar o mundo?

Talvez a partir de agora eu tenha um pensamento mais negativo com relação aos anteriores, e isso inclusive reflita nas letras de nossa banda.

Deixo o mundo pra quem tem capacidade de cuidar. Eu não tenho. Mas sempre irei torcer para que as coisas acabem bem.

abs