quinta-feira, 4 de junho de 2009

.o.meu.futuro.

A imagem é distorcida que é para confundir teu foco. Enquanto eles falam de sustentabilidade e aquecimento global, nós vivemos neste inferno, no meio deste caos.

Nosso tráfego cresceu mais que a nossa cidade, não passamos de formigas caminhando em direção aos nossos formigueiros. Sem perder o caminho ou mesmo a direção, sempre nos encontramos no meio desta confusão.

Não nos enganemos, rapaz! No futuro seremos iguais a China, entupiremos o nosso país com rebentos. E no meio de mais um feriado sangrento controlaremos nossa mortalidade para acalmar nossa cidade.

Este é o futuro de toda nação, ficar apenas com a memória de toda raça em extinção. Criaremos ONG’s, Entidades ou qualquer porra enquanto os californianos disserem Aloha. E neles quereremos nos inspirar, em mais um banho de sol sem a camada de ozônio para nos salvar.

Na horizontal não há mais espaço, aqui o crescimento rentável é verticalizado. O sol nascente pode ser observado por entre as frestas aglomeradas de prédios, que se parece com grades gigantes para nos prenderem do diamante.

Felizes eram os Incas que tinham como seus deuses o Sol e a Lua. E de qualquer lado ou posição poderiam observá-los com loucura, de beber “chicha” ou de fumar seu cachimbo, mas ainda sim poderiam ver o infinito.

Sábio Marx que avisava sobre a Revolução Industrial, mas penso que ele não imaginava que depois de um século seria este caos. Empresários e Empreiteiros chamam isto de progresso, mas todos eles se esqueceram da ordem, do futuro e dos princípios, isto sim eu confesso!

Meus netos não conhecerão a natureza e para eles isto será normal. Água pura só haverá engarrafada assim como nossas ruas asfaltadas, que um dia foram de terra, em um passado natural.

Histórias meu pai ainda me conta, histórias de raiz. Pescando peixes em rios ele era muito feliz. Hoje vivemos na poluição, fugindo de ladrão, andando pelo meio fio... e assim será: Pátria Amada, Brasil!

3 comentários:

LH disse...

...É a mais pura realidade Raton...enquanto as cidades caminham para este caos chamado progresso, com políticos que só querem se dar bem as nossas custas e empresas que dizem ecologicamente corretas, quando na verdade não estão nem aí pra nada (apenas visando mais lucros e faturamentos), ninguém se preocupa com a despoluição dos rios de nossa cidade e a preservação das florestas e patrimônios naturais de nosso país!

Juliana disse...

o que mais sinto depois de ter me mudado pra sampa é que tenho que procurar a lua que se esconde entre os prédios, antes ela ficava a minha disposição - só pra ser mais romântica, pq na verdade, é cruel a diferença!!

voltei a ficar mais conectada, tava com saudade desse espaço.
beijos.

ju mancin disse...

eu concordo...rs