terça-feira, 22 de setembro de 2009

.dia.mundial.sem.carro.



Hoje é o dia mundial sem carro! Achei a melhor idéia até hoje que inventaram para reduzirmos a poluição, respirarmos um ar melhor, e enfim, termos uma qualidade de vida melhor. Até hoje, tudo o que foi feito, foi em vão. Pois arrecada-se fundos, angariam investidores, mas no final das contas sempre é a mesma história: o dinheiro parou na mão de algum bacana.


Vim trabalhar [de carro] hoje me perguntando como seria esta relação do dia sem carro para mim. Eu moro no Ipiranga e trabalho no Tatuapé. Meu sonho é vir trabalhar de bicicleta, por pelo menos duas vezes por semana. Poxa, a cada dois dias da semana que eu deixar meu carro em casa, contribuo legal com o meio ambiente. Ok, trabalho muito longe de casa, o ideal seria usar o transporte público.


Se a prefeitura não adéqua as calçadas para os cadeirantes, haverão ciclovias? Se quem usa cadeira de rodas, em uma boa parte da Grande São Paulo não pode sair de casa, alguém se preocupará com outro meio de transporte? Ai tudo se perde, cada um continua na sua e nos mantemos estagnados por mais um período.


Acho o Metrô um transporte público de primeira, o único problema é para se chegar até ele. Infelizmente! Como eu vou querer deixar meu carro em casa para gastar mais do que eu gasto por dia tanto de tempo quanto de dinheiro, além de enfrentar uma guerra para chegar ao trabalho? Impossível!


Novamente, acho sensacional a idéia do dia sem carro, principalmente por não envolver dinheiro e apenas boa vontade. Mas e a boa vontade da Prefeitura e do Governo do Estado em nos beneficiar para que isto ocorra? Seria pedir demais? Não! Apenas o necessário!


Faça um teste: veja a dificuldade que seria para chegar ao trabalho, utilizando transporte público. Deve ser levado em consideração o tempo que se gasta, o valor gasto por dia, e por fim, o nível de cansaço que você chegará em casa, a noite.

2 comentários:

Daniel disse...

Hoje vim trabalhar de carro e nem poderia ser diferente, pois desde cedo já fui em 3 fóruns. Não tinha como adiar.

Mas em compensação uso meu carro apenas as terças, quartas e sextas, e as vezes não uso nem no final de semana, então acho que já faço a minha parte.

Metro é bom, mas ônibus está cada vez pior.

Infelizmente não temos muita opção. Acho que ao invés de conscientizar a população da necessidade de não andar de carro, nós (população) devemos conscientizar a prefeitura de que precisamos de transporte de qualidade.

abs

Fê Volpi disse...

Meu meio de transporte sempre foi o público... uma questão de escolha... pessoal! hehe

Seja para trabalhar ou ir para a Pós... estou eu lá... esperando o busão... algumas vezes, correndo atrás dele. Depois, enfrento o metro. Concordo quando você diz que é um transporte de primeira... desde que não seja no horário de pico!

Já me acostumei com a precariedade destes meios... E também entendo que quem tem carro não queira abrir mão dele, nem no "dia mundial sem carro".

Eu abriria! Preferia ter um espaço no porta-malas para colocar minha mochila do que disputar com dezenas de pares de braços e pernas para acomodá-la.

Esta é a situação... e ando descrente de melhorias!