segunda-feira, 12 de abril de 2010

.o.teu.sorriso.o.teu.sabor.e.o.teu.amor.



O teu sorrido não tem cheiro de mar, tem o sabor do campo


É por ele que eu me encanto, onde ouço os acalantos


Aqueles que só você sabe cantar, fáceis de ninar


Canções sussurradas aos meus ouvidos, de leve e ao infinito



No escuro, vejo o desenho do teu corpo, modelado por Deus


Ao claro, vejo o teu sorriso, sempre refletindo ao meu


Olho nos teus olhos e me vejo no espelho, sorrindo


É o reflexo dos teus olhos nos meus, sempre sorrindo



O teu sabor não é salgado como o mar, é doce como o campo


É por ele que eu me encanto e faço os votos mais românticos


Mesmo aqueles que não sei fazer, mas me arrisco a aprender


E se eu errar, sua mão estará estendida para me consolar



O teu amor é verdadeiro, aquele de se entregar por inteiro


Não há dor, não há prantos ou rancor, eu me entrego por amor


Quando fecho os meus olhos, em meus sonhos posso e encontrar


E quando abro-os para me levantar, sua fragrância ainda está no ar

2 comentários:

Fê Volpi disse...

O teu sorriso,
O teu sabor,
O teu amor..

Tudo tão único!
Tudo tão especial!

Tenha certeza que a minha mão estará estendida em sua direção...
E que os meus olhos serão, para Sempre, o reflexo do seu.

Amo você!

Wagner Kern Velasques Jr. disse...

Hey, Ratão vai tomar no CÚ....
Hey, Ratão vai tomar no CÚ....
Hey, Ratão vai tomar no CU....